Moda ética ou sustentável?



Certamente você já ouviu falar em moda sustentável, mas e moda ética, sabe o que isso significa? Vem saber mais sobre esses conceitos!

Falar do conceito de moda sustentável tem se tornado cada vez mais recorrente, mas tenho percebido que os valores da moda ética tem fica um tanto quanto de lado.

Por isso, mesmo que pareça chover no molhado, opto por compartilhar meu olhar, a forma como enxergo cada coisa e de como a ética não pode ficar de fora do processo de construção de uma moda justa.

Afinal, de nada adianta ter práticas ecológicas e tratar seus funcionários como lixo, não é mesmo?


Moda ética para um futuro sustentável


Quando falamos de uma Moda ética, estamos falando também de princípios morais que regem o comportamento de uma pessoa ou uma atividade desenvolvida por ela. Podemos dizer que uma moda é ética quando ela respeita os processos de confecção de ponta a ponta.

A moda ética defende que todos os trabalhadores e as pessoas afetadas pela produção devem ser tratadas de maneira justa e igual, com condições de trabalho seguras, salário digno e um ambiente corporativo gentil e não abusivo, jamais fazendo uso de trabalho forçado, escravo ou infantil.

E suas boas práticas não param por aí, muitas vezes, as marcas não garantem apenas o que é ético, mas parte para a esfera humana, apoiando e tornando melhor a subsistência dos seus empregados, especialmente aqueles que estão em situação de vulnerabilidade.

Moda ética também pode abranger práticas veganas e livres de crueldade, o que significa que nenhum animal é prejudicado ou usado como parte da produção.

Moda sustentável: um guia prático


Também chamada de slow fashion, moda ecológica, moda eco-friendly ou moda verde, a moda sustentável tem como princípio a produção de roupas feitas para durar, tendo em mente que os impactos ambientais da sua produção.

Sabendo que a moda é a segunda indústria que mais polui o planeta, a moda sustentável visa reduzir essa poluição e as consequências negativas que isso tem no planeta. Nada é produzido em larga escala, os tecidos são orgânicos, e que não admitem o uso de pesticidas em suas culturas, pois estes têm efeito muito prejudicial ao meio ambiente.

E isso vale também para as pessoas que trabalham ou vivem nas proximidades de fazendas e fábricas). Além disso, essa matéria-prima é biodegradável, o que significa que ela não causa tanto impacto quando descartada.

Frequentemente, os dois termos - moda ética e moda sustentável - andam juntos e se apoiam mutuamente e embora certas marcas se concentrem em uma ou outra com maior destaque, na maioria das vezes, você perceberá que aqueles que acreditam em ética também acreditam em sustentabilidade e vice-versa.

Para finalizar, preciso dizer que há os que defendem que a Moda Sustentável é um mito e que só o fato de ser Moda é impossível não gerar impacto, por menor que seja, mas, essa é uma discussão para um próximo post...

Desejo que a partir desse texto você consiga distinguir um termo do outro e suas afinidades. E se uma marca parece não se importar nem com uma coisa nem outra, você pode usar isso para tomar sua decisão de apoiá-la ou não. Lembre-se que essa luta é de todas nós!



CONVERSATION

3 COMENTÁRIOS:

  1. adorei esse post, acho que cada vez mais temos que nos voltar para práticas éticas e sustentáveis em tds as áreas da nossa vida, inclusive na moda

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post bem completo explicando sobre peças ecológicas, etc. Cada vez precisamos ter mais consciência, mais conhecimento fazer mais pelo planeta.

    www.queroserblogueira.com.br
    Blog pessoal: www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  3. Adorei! Bastante completinho e bem interessante!

    ___________

    - Conhece meu cantinho? Te encontro lá, hein?

    Blog Meu Baú de Estrelas
    Meu Canal no Youtube
    Instagram
    Twitter
    Blog Bilhetes de Busan

    ResponderExcluir