Sou jornalista e produtora de conteúdo especializado em moda e comportamento. Além de estar à frente da neilabahia.com, já escrevi para para multimarcas, fashion designers e chefiei equipes de produção do vestuário feminino!

Saúde mental e quarentena: tudo vai ficar bem!

Salvador - BA, Brasil


O que parecia distante chegou até nós. Mas, mesmo que tudo pareça perdido, saiba: você não está sozinha. E vai ficar tudo bem!

O novo Coronavírus fez a vida da gente virar de cabeça pra baixo, o mínimo de normalidade desapareceu e tudo que precisamos é de uma palavra de conforto.

E, claro, isso levou grande parte da população à quadros de ansiedade, medos e incerteza no futuro, mas, estou aqui para te pedir que não tenha medo, pois tudo ficará bem.

Do confinamento, paramos. Observamos apenas os trabalhadores essenciais na rua, a maioria se adaptou ao home office, às lives no instagram e outros ambientes online, a cumprimentar virtualmente. De repente, fomos orientados a ficar em casa. E com isso fazer o que muita gente vem recomendando há tempos: desacelerar.

A solicitação do Ministério da Saúde para que todos fiquem em casa, feita há 15 dias, primeiro foi recebida com estranheza e descrença mas, à medida que os dias passaram, a população começou a entender o quão grave seria a pandemia causada pelo Coronavírus. Obedecemos.




Em tempos de Coronavírus, nossa geração enfrenta uma situação nunca vivida e a incerteza na qual estamos imersos pode parecer mesmo aterrorizante.


Nesse momento, a COVID-19 (que é a doença causada pelo vírus) está em fase de disseminação comunitária, ou seja, quando não temos condições de saber quem transmitiu pra quem. Essa é a fase mais critica e é por isso que o isolamento é tão necessário.

Ao contrário do que algumas pessoas estão imaginando, o fechamento do comércio e indústria, de escolas, universidades, academias, cinemas etc, evitando aglomerações, não é uma irresponsabilidade. Pensar na economia ao invés de pensar nas pessoas é muito triste.

São incontáveis as vezes que nós, seres humanos, nos reinventamos, saímos do zero e vencemos. Mas para que isso aconteça é preciso que estejamos vivos. Não caia na besteira de sofrer por antecipação. Precisamos encarar o que está à nossa porta e não no futuro.

Como assim, a economia vai quebrar e aí, sim, morrerão milhões? Tem um vírus de alta letalidade bem aí do seu lado e você não pode ter certeza de como seu organismo irá reagir se você se contaminar, sem contar que não temos leitos de hospital para todos. Não seja egoísta, toda vida importa.

Quando escrevi o post onde trouxe 50 pequenas satisfações e que fazem o nosso dia melhor quis compartilhar o quanto é importante termos força mesmo diante das adversidades.

Esse momento é difícil, e não estou dizendo o contrário.


Basta olha ao redor e ver o quanto nossa vida mudou em tão pouco tempo, mas que em contrapartida, estamos conseguindo nos adaptar na mesma velocidade.Ver o mundo sem quase ninguém, ruas desertas, espaços antes lotados fechados, pode soar desesperador, mas é necessário.

Infelizmente não desaceleramos por conta própria como seria o ideal e, a duras penas, a planeta deu o seu jeito de se recuperar. Porém, o preço do exagero é muito alto, seguimos perdemos tantas vidas! Só que mesmo em situações horríveis, sempre é possível enxergar algo bom. No caso do isolamento  social e da pandemia, tivemos alguns progressos:

  • A China proibiu imediatamente a venda e o consumo de animais selvagens;
  • Com menos carros nas ruas e fábricas funcionando, a camada de ozônio segue se recuperando;
  • Os canais de Veneza (Itália) estão com as suas águas cristalinas e os animais voltaram a estar neles;
  • As pessoas estão passando mais tempo com a família, principalmente com as crianças.

Deixo aqui meus sinceros sentimentos a todos àqueles que perderam um ente querido e desejos de força aos que, nesse momento, estão lutando pela vida em qualquer parte do mundo. Simplesmente não posso expressar o quão sou grata por estar em casa, segura, escrevendo esse texto pra vocês.

E se você, assim como eu, está em segurança, não esqueça de agradecer. E se é dos que defendem a economia no lugar de pessoas, peço que repense. No mais, só posso te dizer que creio que vai ficar tudo bem.

E você, acredita?



Comentários

  1. Hey mana, essa situação tem me deixado tão tensa, só vejo a hora de acordar e tudo isso ter passado!🙏🏽🙌

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você resumiu, Lori. Muitos dias eu acordo e fico com uma sensação de que é um sonho. É tão estranho isso que estamos vivendo. E triste! Espero que passe logo também.

      Excluir

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *