5 estratégias para melhorar a sua relação com as compras





Com o isolamento o volume de compras aumentou. Saiba aqui como não cair nessa armadilha, mantendo um consumo consciente mesmo nas situações difíceis.   

Na semana passada, estava lendo uma matéria que mostrava que só nos EUA o consumo cresceu cerca de 30% nos meses de isolamento social pela COVID-19 e por aqui, a coisa não está muito diferente.

De acordo com Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), os brasileiros aumentaram suas compras online, passaram a usar mais os meios digitais de pagamentos e ainda de acordo com o estudo a tendência é esses hábitos de compra no pós-pandemia sejam mantidos

Isso é uma notícia muito ruim, não pelo ponto de vista da tecnologia e das facilidades que ela proporciona, mas pelo aumento das compras descontroladas que são tão prejudiciais tanto para as pessoas quanto para o meio ambiente.

E se tínhamos esperanças de que passado o isolamento social o consumo seria repensando e as pessoas criariam a consciência de que precisam comprar menos, não sabemos ao certo se será assim, já que mudar hábitos leva tempo.

Sabemos que é muito provável que as pessoas estejam comprando coisas para se sentirem melhor, o que conhecemos como terapia de varejo.

No post da semana passada, falei sobre a compulsão por compras, como ela se manifesta, além das sensações que uma compradora compulsiva experimenta. Se você não leu, corre lá que dá pra fazer um teste bem rapidinho e checar se é hora de pedir ajuda.

E como sabemos o quão difícil é abandonar hábitos nocivos para dar lugar a outros mais saudáveis, é muito importante prestar atenção ao que está acontecendo conosco, às nossas emoções e buscar formas de trabalhá-las adequadamente.

Assim, separei aqui 5 estratégias que você pode utilizar para combater o vício em compras:

1. Corte seus cartões de crédito. Se você tiver problemas com gastos compulsivos, destrua seus cartões de crédito agora, sem desculpas. 

Não anote os números da conta em algum lugar "apenas por precaução". Se os cartões de crédito alimentam seus gastos emocionais, você ficará melhor sem eles. (Você sempre pode obter novos cartões depois que adotar hábitos melhores.)

2. Tenha um controle financeiro. Acompanhar cada centavo que você gasta é importantíssimo para criar a consciência dos padrões de compra e assumir o controle deles.

3. Crie jogos internos. Para muita gente, o dinheiro não é uma questão problemática. Elas são capazes de fazer escolhas lógicas e não são tentados pelas compras. Se você não é assim, faça alguns truques consigo mesma.

Uma boa opção é a regra dos 30 dias. Funciona assim: quando vir algo que deseja, não compre imediatamente; anote em algum lugar e observe-o por 30 dias. Depois você avalia sinceramente se precisa mesmo daquilo.

4. Evite a tentação. A melhor maneira de evitar gastos é evitar ao máximo situações que te estimulem a comprar. Se sua fraqueza for livros, fique fora das livrarias, principalmente as online com retirada grátis. 

Se costuma gastar mais em grandes lojas de departamento, fique longe dos shoppings. Pare de ir aos lugares onde normalmente passa, principalmente se estiver sob estresse emocional.

5. Peça ajuda. Não há vergonha alguma em admitir que tem um problema e que precisa de ajuda. Converse com uma amiga próxima ou um membro mais próximo da família e peça apoio para interromper o ciclo de gastos compulsivos.

Caso nada disso funcione, considere procurar ajuda profissional imediatamente. Mas, lembre-se: você precisa estar aberta à escutar e se comprometer a mudar e reaprender.

Bônus: há uma outra estratégia que considero muito eficaz para mim: quando me sentia tentada a comprar algo, forçava-me a parar por um momento e me fazer algumas perguntas sérias. Eu posso? Eu preciso? É útil realmente? 

Antes de finalizar esse texto, preciso dizer que tenho duas notícias pra você. A boa é que você pode superar isso, sim. Você pode se libertar do consumo compulsivo. A má notícia é que dá trabalho.

E isso não vai acontecer da noite para o dia. Você cometerá erros e retrocederá. Quando o fizer, não desista. Não se machuque porque comprou uma bolsa nova ou um algum item inútil. Você é humana. Mantenha o foco em sua meta de longo prazo e resolva fazer melhor da próxima vez.

Estou sempre por aqui. 
Um beijo enorme!



CONVERSATION

8 COMENTÁRIOS:

  1. "comprar coisas para se sentir melhor", acredito muito nessa frase e infelizmente isso acarretará consequências depois da pandemia, principalmente por que a quarentena desestabilizou muitas famílias financeiramente.
    Amei a regra dos trinta dias, mas comigo funciona em menos tempo, haha. As vezes vou ao shopping e fico tentada a comprar algo, daí eu dou uma volta e penso se realmente preciso daquilo, geralmente quando faço isso, não volto para comprar o que desejei.
    Como sempre, gostei muito do post <3
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  2. Maravilhosa as dicas, acho que pedir ajuda é fundamental, sei pois sofro com isso e quando eu tive ajuda foi mais fácil encarar o problema

    Beijos
    www.pimentadeacucar.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, Neila.
    Teve uma época que eu estava viciada em compras mas consegui passar dessa hehe. Eu não estou gastando nada nessa quarentena fora o essencial como comida, produtos de higiene e limpeza e medicamentos. A gente não sabe como vai ficar o futuro né.

    Prefácio

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Neila, eu nunca fui o tipo de pessoa que compra além do que eu ganho, mas parei pra refletir profundamente sobre meus gastos e vi que comprava muita coisa desnecessária e passei a juntar mais dinheiro pra ter experiências do que coisas. Hoje eu paro pra pensar se realmente preciso daquilo, se já não tenho parecido, quanto tempo vai durar e enfim... Tenho uma relação relativamente boa com compras. Bjs

    www.blogflorescer.com

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante e importante suas dicas do post, principalmente nesse momento que estamos passando. Eu nunca fui compradora compulsiva, mas conheço pessoas que são.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  6. Preciso destas estratégias para a minha vida :p

    https://blogda-joana.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Very interesting post! ✔️✔️✔️ I hope you have a great weekend! 🌺🌺🌺

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Estou cada vez mais amando esses posts no seu blog, temos que ter cuidado com o excesso de coisas que compramos e o saber o motivo das compras e é sempre bom nos perguntar antes se realmente precisamos e se aquilo vai ser útil por muito tempo.
    Amei.
    Beijocas.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir