Sou jornalista e produtora de conteúdo especializado em moda e comportamento. Além de estar à frente da neilabahia.com, já escrevi para para multimarcas, fashion designers e chefiei equipes de produção do vestuário feminino!

Roupaterapia: o que é e como praticar

Salvador - BA, Brasil

Vestir-se de acordo com nosso íntimo é um passo fundamental na construção da autoestima. Por isso, quero te contar sobre a roupaterapia!
                
Você sabia que apenas o ato de vestir-se pode fazer parte de um processo de cura? Pois é isso que a roupaterapia tem como proposta, vem ver!

O termo "roupaterapia" já é falado há um tempinho, mas é em tempos de isolamento social que ele vem ganhando mais força e provavelmente você já experimentou e talvez nem saiba!

Roupaterapia é o autocuidado através do vestir. É quando conscientemente utilizamos uma roupa, que nos traz sensações de afeto e acolhimento, para mudar positivamente o nosso humor.

Não há uma regra para qual tipo de roupa se enquadra nesse quesito, mas normalmente são aquelas peças super confortáveis, que queremos usar todos os dias do ano.

Sabe quando a gente compra aquele modelo em que poderia facilmente “morar” nele? Tipo um abraço!

Se você conseguiu imaginar uma peça aí do seu armário — yes! — você já pode estar praticando a roupaterapia mesmo sem saber.




Com isso, o que temos percebido ao longo dos anos é que o conceito do que é estar "bem vestida" vem mudando drasticamente, pois além de beleza e conforto, pessoas querem que suas roupas também proporcionem cuidado e bem-estar.

E mais do que isso, as roupas que carregam lembranças, significados, expressando quem somos, ganham ainda mais pontos nessa jornada.

E também por esse motivo que é tão importante ter atenção especial quando escolhemos as peças que vamos comprar.


Quer ver exemplos práticos?


1. Uma peça que compramos em um viagem inesquecível;
2. A roupa que estávamos usando quando conquistamos algo que desejávamos fortemente;
3. Algo que herdamos de alguém muito querido.


Roupas podem demonstrar o nosso mood.


Não há dúvidas que as roupas refletem o que estamos sentido. Cores, estrutura, estilo... tudo isso dá pistas de quão bem estamos... ou não.

Quem nunca decidiu mudar tudo depois e acontecimentos marcantes na vida? Sejam desilusões, alegrias ou conquistas, sempre buscamos alo que nos represente bem.

E fazer isso conscientemente nos ajuda a lidar melhor com nossas emoções, revelando o que queremos valorizar e e deixando menos evidente aquilo que não está nos favorecendo.


Trabalhe a autoestima.


Nossa autoestima é tão complexa e tão particular que resumi-la à roupas seria impensável. Porém, é inegável que o que vestimos colabora e muito para a construção dela.

Quem nunca, depois de um dia daqueles, vestiu algo, se olhou no espelho e sentiu que com essa roupa estava pronta pra dominação mundial?

Vestir algo que nos deixa bonita, confortável e além de tudo nos remete à sensação de bem-estar e tranquilidade com certeza contribui e muito para elevar a nossa autoestima.

Percebe como isso é o ponto de partida para qual peça vamos comprar?

Consumo consciente não está relacionado apenas à sustentabilidade, ao cuidado com o meio ambiente, ele está ligado diretamente à nós mesmas.

Escolher as peças que vai comprar pode ser qualquer roupa? Jamais.

Independente de quanto elas custem, de quanto dinheiro você tenha, só compre aquilo que te fará se sentir úncia. Se sentir você!

Esse é um trabalho longo, de autoconhecimento e busca dos seus sentimentos mais profundos.
Estude, pratique, erre, acerte.

Autoestima é mesmo um processo longo. Busque apoio, se não puder pagar, há mulheres incríveis compartilhando materiais gratuitos.

Em palavras simples, a roupaterapia é um ótimo exercício para, entre outras coisas:


1. Expressar nossos sentimentos;
2. Construir a autoestima;
3. Praticar o consumo consciente.

Portanto, pense no seu estilo como algo que você deseja transmitir, seu eu interior. É meio clichê, eu sei, mas quero dizer mesmo:assim: faça do espelho o seu maior aliado e da sua intuição sua melhor amiga.

Pegue mil dicas, referências e inspirações, mas na hora de escolher suas roupas seja apenas você. Ninguém sabe exatamente o que cairá melhor em nosso corpo e alma do que nós mesmas.

Comentários

  1. Que interessante isso!
    Eu sempre soube que quando nos vestimos como gostamos ou com uma peça que temos um apego afetivo nos sentimentos bem, mas não sabia que isso de fato se chamava roupaterapia.
    Nunca tinha ouvido falar, que bacana!!
    Adorei seu post, bem completinho ;)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que bacana, percebo que quando me arrumo um pouco mais em casa me sinto melhor, tenho várias peças queridinhas demais e gosto de vesti-las as vezes

    Beijos
    www.pimentadeacucar.com

    ResponderExcluir
  3. Very interesting post! Thanks for the information! ✔️✔️✔️ Have a great evening! 🎀🎀🎀

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *